Como economizar na hora de comprar um carro seminovo

Uma preocupação que muitos motoristas ou interessados em se tornarem motoristas têm é como economizar na hora de comprar um carro seminovo. Por exemplo, quais são os melhores carros até R$40 mil? Existem opções baratas e de qualidade no mercado, ou os interessados em seminovos precisam depender de opções de má qualidade? Isso tudo passa pela cabeça do consumidor, que não sabe exatamente como agir.

Hoje em dia, a maior parte das vendas de carros no Brasil são de usados e seminovos. Para se ter uma ideia, o mercado de usados e seminovos vendeu 11,4 milhões de unidades em 2020, um ano em que foi registrada uma queda de 12% nos números por causa da pandemia do novo coronavírus. Já o mercado de automóveis novos vendeu 1,950 milhão de unidades no mesmo período, ou seja, mais de 10 vezes menos do que o mercado de usados. A queda também foi maior, cerca de 22% em relação a 2019.

No entanto, 2021 promete ser um ano de recuperação da economia nesse sentido. Por essa razão, é importante saber como economizar na hora de comprar um carro seminovo, para fazer a sua aquisição sem medo. Veja a seguir algumas dicas que ajudarão nisso!

Como economizar na hora de comprar um carro seminovo: 5 dicas

1. Entenda que o barato pode sair caro

Uma das vantagens de comprar um carro seminovo é o fato de que eles são mais baratos do que os novos. Afinal, dá para achar um carro completo seminovo com o mesmo preço de um automóvel novo que não tenha nenhum tipo de item de série ou componente especial.

No entanto, é importante ficar atento para não cair em um golpe ao procurar um negócio que seja barato demais. Afinal, existem muitas fraudes em potencial feitas com carros seminovos ou usados no mercado. Especialmente quando vendidos por vendedores particulares.

O que acontece é que muitas pessoas veem a Internet como uma forma de se livrarem de um “carro problema”. Esse automóvel pode ser um problema, caso tenha questões mecânicas por resolver ou alguma situação jurídica por decidir (como um imposto atrasado ou alguma dívida do motorista).

O que acontece é que, uma vez comprado o “carro problema”, fica muito difícil se livrar da situação, já que o vendedor desaparece, não há como contactá-lo e as coisas acabam se complicando.

Em casos mais sérios, o novo dono do automóvel pode ter que arcar com anos de impostos atrasados para regularizar a documentação do carro ou até mesmo ficar sem ele por ordem judicial. Portanto, ofertas baratas demais devem ser vistas com desconfiança. Afinal, o barato pode sair caro.

2. Valorize o seu carro atual para dar de entrada

Uma das maneiras de economizar na compra de um automóvel seminovo é reduzir a quantia que você precisaria pagar por ele, usando o seu veículo atual. Afinal, a maioria das concessionárias aceitam o automóvel do cliente como entrada para o financiamento de um seminovo.

No entanto, se o seu carro estiver em más condições, sujo e com alguns problemas, ele será pouco valorizado e a economia será abaixo do esperado. Porém, se o seu veículo estiver com uma boa valorização, o negócio valerá mais a pena. Aliás, você pode até mesmo vender seu veículo e usar o dinheiro como entrada, que também será muito vantajoso.

3. Prefira uma entrada maior do que assumir muitas parcelas

No momento de fazer um financiamento, deverá ser feita uma escolha entre uma entrada maior ou mais parcelas. É assim que o sistema de crédito funciona: se você optar por um, então abrirá mão do outro.

A opção mais barata é certamente a entrada maior. Isso porque uma entrada maior reduz o saldo devedor e diminui o impacto dos juros. Basta fazer as contas e comprovar que vale mais a pena. Se o saldo devedor for maior e o financiamento tiver muitas parcelas, o resultado lá na frente é uma dívida potencialmente maior por causa dos juros compostos. Portanto, priorize uma entrada maior para poder economizar.

4. Compre com uma concessionária para ter juros menores

Comprar um seminovo em uma concessionária especializada é uma boa ideia, tendo em vista que essas empresas contam com parcerias específicas com várias instituições financeiras. O resultado disso é que elas podem oferecer juros menores para seus clientes. Portanto, vale mais a pena financiar pela concessionária do que ir diretamente ao banco para solicitar o crédito.

5. Faça as contas e veja quais opcionais você realmente precisa

Por fim, uma dica importante é verificar quais opcionais você realmente precisa no carro. Às vezes, surpreendemo-nos com o fato daquela opção de R$5.000,00 ou R$7.000,00 mais cara ter determinados itens, mas não precisamos deles. Portanto, podemos economizar nesse ponto.

Agora que você já sabe como economizar ao comprar um carro seminovo, chegou a hora de colocar as dicas em dia e avançar para adquirir o veículo que você realmente deseja. Faça uma boa pesquisa no mercado, veja todas as opções disponíveis, verifique as contas e avalie bem. Quanto mais analisar, mais fácil será decidir pela opção mais vantajosa para você.

Gostou das dicas? Então comente abaixo com a sua opinião e conte qual carro você gostaria de comprar!

Fale Conosco

Open chat